Saiba identificar se você tem a Síndrome do Pensamento Acelerado

Pensar mil coisas ao mesmo tempo, estar sempre com a sensação de estar esquecendo alguma coisa entre milhares de tarefas programadas para o dia. Ter dificuldade em deixar de relaxar a mente. Esses e outros sintomas, que só podem ser diagnosticados por especialistas, compõem a Síndrome do Pensamento Acelerado. Essa alteração identificada pela sigla SPA foi identificada pelo psiquiatra Augusto Cury. Nessa condição a mente fica repleta de pensamentos, estando carregada enquanto estamos acordados. Isso leva à dificuldade de concentração, aumento da ansiedade e desgaste da saúde física e mental.

Segundo especialistas, o volume e a velocidade dos dados que a mente acumula e, o problema desta síndrome não está relacionado com o conteúdo dos pensamentos, que geralmente são interessantes, cultos e positivos, mas sim com a sua quantidade e a velocidade com que acontecem dentro do cérebro.

Normalmente, nessa síndrome é comum as pessoas terem a sensação de que as 24 horas do dia não são suficientes para fazer tudo o que deseja. Por isso, ela acaba atingindo pessoas que precisam se manter constantemente atentas, produtivas e sob pressão e, por isso, é comum em executivos, profissionais de saúde, escritores, professores e jornalistas. No entanto, médicos tem se observado que até mesmo as crianças têm vivenciado os sintomas da síndrome.

Principais sintomas
De acordo com especialistas, as principais características de uma pessoa com síndrome do pensamento acelerado incluem ansiedade; dificuldade para se concentrar; pequenos lapsos de memória de forma frequente; cansaço excessivo; dificuldade para pegar no sono; irritabilidade fácil; mudança de humor repentina; não conseguir descansar o suficiente e acordar cansado; inquietação; intolerância ao ser contrariado; insatisfação constante. Além disso, existem os sintomas psicossomáticos que podem aparecer com frequência, tais como: dor de cabeça, nos músculos, queda de cabelo e gastrite.

Estes sintomas são comuns nos estudantes que passam muitas horas do seu dia em sala de aula e trabalhadores que vivem sob pressão sempre em busca de melhores resultados e de ser reconhecido como o melhor do seu ramo de trabalho.

Mundo conectado
Diversos estudos apontam que casos de SPA tem se tornado comuns à medida em que o mundo se tornou mais conectado. São muitos estímulos e informações o tempo todo e em grande quantidade. São jornais, revistas, televisão, redes sociais e aplicativos de smartphones bombardeando o cérebro de informações e dados a todo instante. Segundo especialistas, a tentativa de administrar esse volume imenso de informações na mente faz com que o pensamento se torne cada vez mais acelerado, ficando cada dia mais difícil gerir as emoções associadas a cada situação. Não dá tempo de “pensar” quando a mente está acelerada.

Diagnóstico
Se você se identificou com alguma informação anterior em relação especialmente aos sintomas, saiba que o diagnóstico de SPA por profissionais da Psicologia (psicólogos ou psicanalistas). A base do diagnóstico será seu relato e descrição do seu cotidiano, experiências, vivências.

Tratamento
O tratamento contra a Síndrome do Pensamento Acelerado é também feito por um psicólogo ou psiquiatra. O profissional procura sugerir adaptações nos hábitos de vida que possam levar fazer a mente “relaxar”. São indicadas a prática de atividade física de forma frequente, a inclusão de várias pausas durante o dia e também de momentos de relaxamento, com atividades como a leitura, ouvir música ou meditar. Orientam às práticas como opções para afastar o pensando em outras atividades. Ou seja, você precisará se dedicar para ajudar sua mente a se concentrar em apenas uma atividade por vez. Então, nada de ler um livro com a TV ligada ou celular por perto!